Escolha uma Página

O juiz Eduardo José Matiota, da 61ª Vara do Trabalho de São Paulo, declarou nesta terça-feira (25/09) a nulidade das demissões feitas pela Editora Abril desde dezembro de 2017. Além disso, empresa está proibida de demitir mais funcionários sem prévia negociação coletiva, sob pena de multa.

Leia mais…

Compartilhar9
Compartilhar
Twittar
9 Compart.